Linhas de Pesquisa

Linhas de Pesquisa

    1. Estudo dos Efeitos do Estresse Crônico Imprevisível na Neuroinflamação

Objetivo: Este projeto tem como objetivo avaliar alguns aspectos da sinalização anti-inflamátoria dos GC, bem como da sinalização inflamatória no SNC, desencadeada por dois modelos de neuroinflamação: 1) inflamação sistêmica (sepse produzida pela administração de LPS intravenoso) e 2) inflamação desencadeada por insulto neuronal (modelo de convulsão induzida por administração intracerebral de ácido caínico) em córtex frontal, hipotálamo e hipocampo de ratos adrenalectomizados, com reposição de níveis crescentes de glicocorticóides..
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Farmacologia / Subárea: Farmacologia Bioquímica e Molecular.
Setores de atividade: Neurociências.
Palavras-chave: estresse; GLICOCORTICÓIDE; LPS.

    1. Envelhecimento, Modulação da Enzima Na,K-ATPase e o Estudo da Sinalização Intracelular da Oubaina no Sistema Nervoso Central

Objetivo: Estudar as alterações na atividade da Na,K-ATPase induzidas pelas vias intracelulares associadas a sinalização do glutamato e da dopamina no Sistema Nervoso Central e Periférico. Estes projetos envolvem também o estduo das ações da ouabaina na expressão de certos genes pró- e anti-inflamatório através da modulação na ativaidade do fator de transcrição NF-kappaB..
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Farmacologia / Subárea: Farmacologia Bioquímica e Molecular.
Setores de atividade: Neurociências.
Palavras-chave: Ouabaina; NF-KAPPAB; BDNF.

    1. Sinalização pela Proteína Wnt e a Neurotoxicidade Induzida pelo Peptídeo Beta Amilóide em Culturas Primária de Neurônios do Hipocampo

Objetivo: Este projeto tem como objetivo avaliar os efeitos da proteína Wnt na viabilidade celular, na atividade do NF-kB e na expressão dos componentes da sinalização Wnt, especialmente b-catenina e NLK em cultura de neurônios do hipocampo, na ausência e na presença de concentração tóxica do peptídeo bA (1mM), através do tratamento das culturas de neurônios com MC da célula Wnt 3a, como descrito em materiais e métodos..
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Farmacologia / Subárea: Farmacologia Bioquímica e Molecular.
Setores de atividade: Neurociências.
Palavras-chave: Proteína Wnt; NF-kB; Peptidio Beta-amiloide; Beta-amiloide.

    1. Efeitos Neuroprotetores do estrógeno na Potencilização da Sinalização Inflamatória induzida pelo Estresse Crônico Imprevisível no SNC

Objetivo: Este projeto tem como objetivo o estudo da ação neuroprotetora do estrógeno nos efeitos induzidos por estresse imprevisível associado a um estímulo inflamatório agudo (administração de LPS), em algumas regiões do SNC (hipocampo, córtex pré-frontal, e hipotálamo) de ratas. A ação do estrógeno será estudada em três situações distintas: fêmea intacta (condição estrogênica); ausência do estrógeno pela castração (condição hipoestrogênica); e na TRH com 17-beta-estradiol em fêmeas castradas..
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Farmacologia / Subárea: Farmacologia Bioquímica e Molecular.
Setores de atividade: Neurociências.
Palavras-chave: NO; NF-kB; Stress; LPS; estrogen.

    1. Estudo das alterações induzidas pelo Peptideo Beta-amilóide na atividade do fator de transcrição NF-kappaB

Objetivo: O objetivo do projeto foii verificar primeiramente as alterações induzidas pelo peptídeo Beta-Amilóide e pela proteína Wnt na modulação do NF-kappaB pela via NMDA-NO e, posteriormente pela via p21Ras-MAPK/PI3kinase na cultura primária mista de neurônio-glia de cerebelo de ratos..
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Farmacologia / Subárea: Farmacologia Bioquímica e Molecular.
Setores de atividade: Neurociências.
Palavras-chave: NF-kB; NO; Alzheimer.

    1. Investigação do papel da TRAF6 na interação com a ALFA-SINUCLEINA e na consequente modulação em vias de sinalização

Objetivo: Neste projeto, pretendemos investigar o papel da ligação de TRAF6 à α-sinucleína com a ativação do NF-kB nas células dopaminérgicas e cultura primária da raiz dorsal da medula espinhal de camundongos que pode ser úteis para desenvolvimento de novos alvos terapêuticos para tratamento das doenças neurodegerativas..
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Farmacologia / Subárea: Farmacologia Bioquímica e Molecular.
Setores de atividade: Neurociências.
Palavras-chave: Dopamina; NF-kB; PARKINSON.

    1. Alterações induzidas pela cocaína na resposta inflamatória e parâmetros oxidativos no cérebro de ratos após exposição ao estresse

Objetivo: Nos últimos anos, estudos conduzidos na Europa, Estados Unidos e no Brasil mostraram que o estresse por períodos prolongados favorece a ocorrência de várias doenças, como diabetes, doenças cardiovasculares, ansiedade, depressão, impotência, infertilidade e até mesmo algumas formas de câncer. Além disso, dados mais recentes do nosso laboratório sugerem uma relação entre estresse e os processos inflamatórios, os quais podem conduzir a morte neuronal. O estresse está associado ainda ao uso e a recaída de drogas de abuso, como a cocaína. Vários estudos em animais e humanos têm demonstrado que a exposição ao estresse aumenta a auto-administração de drogas e a maioria das teorias sobre dependência postula um papel importante do estresse no desenvolvimento da dependência. Como o estresse, a cocaína também pode levar a ativação do eixo hipotálamo-pituitária-adrenal (HPA) levando a um aumento da secreção de glicocorticóides. Além disso, trabalhos demonstram que a imunossupressão causada pela cocaína após infecção com o vírus da AIDS (HIV) pode alterar o desenvolvimento da doença e contribuir para a diminuição da resistência a vários patógenos comuns entre os usuários de drogas ilícitas. Como tanto o estresse como a cocaína podem causar alterações na resposta inflamatória, facilitando a aquisição de outras doenças, pretendemos determinar neste projeto a influência do estresse nas ações da cocaína sobre a resposta inflamatória e parâmetros oxidativos..
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Farmacologia.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Farmacologia / Subárea: Farmacologia Bioquímica e Molecular.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Farmacologia / Subárea: Neuropsicofarmacologia.
Setores de atividade: Neurociências.
Palavras-chave: cocaína; NF-kB; LPS; estresse.

    1. Hormese e Envelhecimento

Objetivo: Nesta linha de pesquisa o objetivo é estudar o envelhecimento e alguns fatores que podem levar a uma melhor qualidade de vida na longevidade, como exercício físico e dieta, que são considerados exemplos de hormese. O termo hormese é definido como uma resposta adaptativa das células e dos organismos a um estresse moderado (normalmente intermitente). Exemplos incluem exercício físico, restrição calórica e exposição a baixas doses de certos fitoquímicos, por exemplo, curcumina, isotocianatos, resveratrol, dentre outros. A restrição calórica sem desnutrição expõe os organismos a um estresse nutricional moderado, que não apenas estimula as proteínas de estresse, mas também os mecanismos de defesa do organismo, tornando a célula ou o organismo mais resistente a estímulos tóxicos. Respostas similares podem também ser obtidas por outros meios que mimetizam a restrição calórica como, por exemplo, o resveratrol. O resveratrol é um composto naturalmente presente no vinho tinto, no amendoim e em outras plantas. Tanto a hormese quanto a proteína Wnt podem apresentar muitos efeitos benéficos à célula e ao organismo, no entanto, muito pouco se sabe sobre os mecanismos moleculares envolvidos neste processo. No entanto, não há ainda evidência sobre o envolvimento da sinalização Wnt na hormese. Este projeto tem como objetivo avaliar a participação da sinalização Wnt e do fator de transcrição NF-kappaB nos efeitos mediados: 1) pela restrição calórica em ratos de 4, 12 e 24 meses de idade na presença de estímulo inflamatório como lipopolissacarídeo (LPS) e 2) pelo resveratrol em cultura de neurônios hipocampais de ratos na ausência e na presença de um estímulo inflamatório, representado pela incubação de LPS, e pelo peptídeo BetaA. .
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Farmacologia.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Fisiologia.
Setores de atividade: Saúde e Serviços Sociais.
Palavras-chave: Hormese; envelhecimento.

    1. Avaliação do Envolvimento da Via de Sinalização WNT em Linfócitos e das Alterações Plasmáticas de Citocinas e Corticóides em Pacientes com Doença Renal Crônica em Hemodiálise com e sem Déficit Cognitivo e em Animais submetidos ao Modelo de Nefrectomia Par

Objetivo: O objetivo deste trabalho é de avaliar a sinalização WNT em linfócitos e das alterações plasmáticas de Citocinas e Corticóides em pacientes com DRC em hemodiálise na ausência e presença de déficit cognitivo e em dois modelos de DRC em animais (Nefrectomia Parcial 5/6 e de de ingestão de adenina)..
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Clínica Médica / Especialidade: Nefrologia.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: neurologia.
Palavras-chave: doença crônica renal; demência; Proteina Wnt; NEUROINFLAMAÇÃO.

    1. Efeitos induzidos pela proteína Klotho no Sistema Nervoso Central

Objetivo: Este trabalho tem como objetivo estudar a influência da sinalização da Klotho sobre a via de sinalização da insulina e associados a inflamação no sistema nervoso central, especificamente em neurônios e astrócitos..
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Farmacologia / Subárea: Farmacologia Bioquímica e Molecular.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Farmacologia / Subárea: Farmacologia Bioquímica e Molecular / Especialidade: Neurociencias.
Palavras-chave: klotho; INFLAMAÇÃO; insulina; CÁLCIO; demência.

Projeto – “AVALIAÇÃO DA COMPARTIMENTALIZAÇÃO DA PTEN NA NEUROGÊNESE E PLASTICIDADE SINÁPTICA INFLUENCIADA POR FATORES AMBIENTAIS” – Auxílio Jovem Pesquisadora da FAPESP – Processo número 2011/21158-6 – Dra. Elisa Mitiko Kawamoto – Professora Departamento de Farmacologia do ICB-USP

Estudos sugerem que não somente fatores genéticos, mas também ambientais podem influenciar aspectos como neurogênese e plasticidade sináptica. Entender os mecanismos pelos quais isso ocorre pode trazer benefícios no tratamento ou até mesmo na prevenção de doenças relacionadas ao sistema nervoso central (SNC), por exemplo, a restrição dietética e o exercício físico tem demonstrado exercer efeitos benéficos em processos associados ao envelhecimento e doenças como diabetes, cardiovasculares, neurodegenerativas, dentre outras. A PTEN (Phosphatase and tensin homolog on chromosome ten) é mais conhecida como supressor de tumor com funções relacionadas ou não a sua atividade de fosfatase. Estudos tem se concentrado em investigar mecanismos da PTEN associados a tumorigênese. No entanto, devido as características abrangentes desta fosfatase podendo influenciar a proliferação, sobrevivência e migração celular, a PTEN também está envolvida na neurogênese e provavelmente atuando na plasticidade sináptica. A sua localização pode ser tanto citosólica quanto nuclear, mas sua função no núcleo ainda é pouco entendida. Este projeto visa estudar os efeitos da PTEN em diferentes compartimentos celulares (citoplasma/núcleo) na neurogênese e na plasticidade sináptica influenciados por fatores ambientais como dieta intermitente e exercício físico no hipocampo de camundongos knockouts condicionados da PTEN. Os resultados deste estudo podem contribuir para o melhor entendimento de vias ou mecanismos de sinalização direta ou indiretamente envolvidas com a neurogênese e a plasticidade sináptica, o que pode auxiliar na busca de novas abordagens para o tratamento de doenças associadas a deleção ou mutação no gene da PTEN como acontece em alguns tumores, e possivelmente em doenças relacionadas ao SNC.