Hormese e Envelhecimento

Hormese e Envelhecimento

Nesta linha de pesquisa o objetivo é estudar o envelhecimento e alguns fatores que podem levar a uma melhor qualidade de vida na longevidade, como exercício físico e dieta, que são considerados exemplos de hormese. O termo hormese é definido como uma resposta adaptativa das células e dos organismos a um estresse moderado (normalmente intermitente). Exemplos incluem exercício físico, restrição calórica e exposição a baixas doses de certos fitoquímicos, por exemplo, curcumina, isotocianatos, resveratrol, dentre outros. A restrição calórica sem desnutrição expõe os organismos a um estresse nutricional moderado, que não apenas estimula as proteínas de estresse, mas também os mecanismos de defesa do organismo, tornando a célula ou o organismo mais resistente a estímulos tóxicos. Respostas similares podem também ser obtidas por outros meios que mimetizam a restrição calórica como, por exemplo, o resveratrol. O resveratrol é um composto naturalmente presente no vinho tinto, no amendoim e em outras plantas. Tanto a hormese quanto a proteína Wnt podem apresentar muitos efeitos benéficos à célula e ao organismo, no entanto, muito pouco se sabe sobre os mecanismos moleculares envolvidos neste processo.